Carta Pastoral

Baixar Carta

DEUS CONOSCO

15/12/2016 - Autor: Pr. Natanael Lima

QUEBRA GELO: Você tem um melhor amigo?

PASSAGEM BÍBLICA: Filipenses 2:5-11

LOUVOR: Abriu mão da sua gloria

DESENVOLVIMENTO DO TEMA: Às vezes, quando enfrentamos dificuldades, temos a tendência de dizer: “ninguém entende como me sinto”. Quando sofremos ou quando nos sentimos sós, rejeitados ou com medo, temos a impressão de que ninguém pode compreender a nossa dor. No fundo, todos nós ansiamos por alguém que nos compreenda, que saiba como nos sentimos e que nunca nos abandone nos momentos difíceis.

Pergunta: Alguém poderia compartilhar um desses momentos em que ninguém parecia entender aquilo que você estava passando ou sentindo?

A boa notícia é que essa pessoa existe e se chama Jesus Cristo.

Perguntas: 1. Quando Jesus deixou a glória do céu para nascer em uma manjedoura e viver como ser humano, de que ele abriu mão? (Como era a vida de Jesus no céu?)

Perguntas: 2 Que tipo de dor e sofrimento você acha que ele experimentou em termos emocionais, físicos, espirituais e nos relacionamentos, durante a sua vida na terra? (Deixe eles falarem e depois pontue os argumentos abaixo sem tecer longos comentários). 

(Jesus viveu sua infância em Nazaré uma comunidade pobre), (Jesus teve fome Lc.4), Jesus foi tentado pelo diabo (Lc.4), (Jesus ajudou pessoas e elas não voltaram para agradecer Lc 17:12-19), (Jesus foi traído com um beijo (Lc.22:48), aquele que dizia ser seu melhor amigo o negou (Mt.26:69-70). Jesus foi desprezado. 
Por isso o autor de Hebreu vai dizer: Hebreus 4: 14 - Visto que temos um grande sumo sacerdote, Jesus, Filho de Deus, que penetrou nos céus, retenhamos firmemente a nossa confissão.15 - Porque não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém, um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado.

Por esvaziar-se de si mesmo, deixar a sua glória e nascer como ser humano, podemos entender que, como nós, Jesus:

Enfrentou os desafios dos relacionamentos humanos. Afinal, ele nasceu dentro de uma família. Ele teve pais, irmãos e irmãs. Sabia o que era ser bebê, criança, adolescente e adulto. Ele sabia o que era ter amigos, como Pedro, Tiago, João, Lázaro, Marta e Maria. Por isso, ao dizermos que “ninguém me entende”, precisamos aprender a acrescentar “como Jesus”. Ele passou por tudo que nós podemos passar e nos entende. Por isso, quando buscamos a Cristo por causa de problemas de relacionamento, ele cuida de nós (1 Pedro 5.7)
 
Ele enfrentou o fardo do trabalho diário. Será que lembramos que Jesus foi carpinteiro por mais tempo do que foi mestre ou pregador? Ele passou no mercado de trabalho um período maior do que no templo. Na época, ser carpinteiro significava ter talento, ter qualificação especializada e muitos calos nas mãos. Isso significa que ele sofreu na pele o cansaço de um longo dia de trabalho, a frustração de ter uma ferramenta quebrada e pelas desavenças na hora de receber por um trabalho executado. Jesus sabe muito bem o que significa conviver com as várias insatisfações, tentações, pressões e lutas que acompanham a nossa vida profissional. Ele sabe, porque esteve lá. Precisamos deixar que Jesus permaneça ao nosso lado no local de trabalho. Precisamos buscá-lo no meio de um dia super atarefado e com humildade receber a sua ajuda, porque Ele compreende a nossa luta.
 
Ele entende a dor e o sofrimento. Ele foi ridicularizado (diziam “alguma coisa boa pode vir de Nazaré?”), muito criticado e rejeitado. Até a ressurreição, nem os próprios irmãos acreditavam nele. Um dos seus discípulos o traiu por dinheiro e os outros o abandonaram na hora mais difícil. E conheceu a dor física muito de perto. Foi esbofeteado, esmurrado, açoitado e torturado. Foi tentado em tudo. Ele é mesmo familiarizado com o sofrimento. Por isso, apesar de todos os sentimentos de rejeição, dor, inferioridade, precisamos saber que temos um Salvador cheio de compaixão que nos entende e nos conforta quando ninguém mais consegue fazer isso.
 
Conclusão: A grande pergunta que precisamos fazer é: “Se Jesus veio em carne, se esvaziou-se de sua glória e tornou-se perfeitamente homem, como viveu uma vida sem pecado, totalmente obediente a Deus e tão cheia de virtude e poder? Como podemos ser como Jesus?” Podemos encontrar a resposta em Atos 10.37-38 (DEUS ERA COM ELE E ELE É CONOSCO POIS SEU NOME É EMANUEL) DEUS CONOSCO!

 

Baixar Carta