Carta Pastoral

SAL QUE SALGA

22/03/2018 - Autor: Pr. Natanael Lima

QUEBRA GELO: Sugestão 1) Você já comeu uma comida muito salgada? E sem sal, Também? Como foram essas experiências?
Sugestão 2) Materiais: Pipoca. Desenvolvimento: Assim que iniciar o momento da palavra, distribua para cada participante a pipoca em um copo descartável. (A pipoca deve estar completamente sem sal). Não diga que é o quebra-gelo de início, deixe que comam a pipoca, enquanto isso continue normalmente a célula até que alguém perceba e diga que a pipoca está sem sal. Para estimular eles a dizerem isso pergunte se a pipoca está gostosa, etc. Pois alguns percebendo isso podem ficar com vergonha de dizer. Quando alguém disser ou pedir sal você já aborda dizendo sobre a importância de sermos sal da terra. Vocês são o sal da terra. Mas, se o sal perder o seu sabor, como restaurá-lo? Não servirá para nada, exceto para ser jogado fora e pisado pelos homens. Mateus 5: 13. Assim que explicar a conclusão continue a célula.

PASSAGEM BÍBLICA: Mateus 5:13 e Lucas 14.34

MEMORIZAR VERSÍCULO: Mateus 5:13 - Vós sois o SAL DA TERRA; e se o sal FOR INSÍPIDO, com que se há de salgar? Para nada mais presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos homens. Marcos 9:49 - Porque cada um será salgado com fogo, e cada sacrifício será salgado com sal. 50 - Bom é o sal; mas, se o sal se tornar insípido, com que o temperareis? Tende sal em vós mesmos, e paz uns com os outros.

Lucas 14:34 - Bom é o sal; mas, se o sal degenerar, com que se há de salgar?35 - Nem presta para a terra, nem para o monturo; lançam-no fora. Quem tem ouvidos para ouvir, ouça.

DESENVOLVIMENTO DO TEMA:

INTRODUÇÃO: Um aspecto interessante é que nos tempos imperiais, os exércitos romanos pagavam seus soldados com um saquinho de sal, que era chamado de “salarium” e que, com o tempo, foi convertido num certo valor em moedas. Foi daí que surgiu o termo “salário” que usamos até hoje para designar o pagamento do empregador ao empregado. 
A declaração de Jesus que nós somos o sal da terra. Traz um senso de propósito. Ou seja, “o sal deve salgar”. E se Jesus disse que, nós somos o sal da terra. Cumpre a nós sermos o que Jesus disse que somos. “SAL DA TERRA”. Mas vejamos algumas características do sal:

1º O SAL NUNCA DEIXA DE SER SAL. Você até pode encontrar na embalagem de sal, comprado no mercado uma data de validade. Mas, isso é apenas uma estratégia comercial. Por que o sal não é um alimento orgânico que se estrague. Ele é um mineral. Sal não deixa de ser sal. Logo, o que é insipido, pode ser qualquer outra coisa, mas nunca será sal. Em Matheus 5:13 Jesus está dizendo: “você pode ter aparência de sal (crente), e até estar em um saleiro (Igreja), mas se você não tem sabor de sal (é insipido - que não tem gosto; destituído de qualquer sabor). Você não é sal. Se nossa vida cristã não produz resultados onde estamos. Seremos pisados pelos homens. 

2º O SABOR DO SAL É O RESULTADO DE UM PROCESSO. Na química o sal é o resultado da junção química do “sódio” com o “cloreto”. Resultando no cloreto de sódio. “sal de cozinha”. Assim também para nos tornarmos “sal da terra” vamos precisar passar pela experiência do novo nascimento. É a união da nossa fé com o espirito de Deus que vai produzir sabor em nossa vida. Que vai nos tornar “sal”. Ter sal em si mesmo, é ser quem Deus te criou para ser. Por isso não precisaremos provar a ninguém que somos sal. As pessoas é que nos vão querer provar. “Porque cada um será salgado com fogo, o sal que vai salgar as pessoas será a nossa paz. 

3º O SAL NÃO PODE DEGENERAR-SE degenera-se é: Deixar de possuir as características próprias de sua espécie.
Assim como o Sal nós precisamos preservar nossas características. (Santidade, Justiça e Paz) Todos aqueles que nasceram de novo, e que tem Espírito Santo habitando dentro de si. Não podem tornar-se pior ao longo do tempo. Mas antes vão se tornando melhores ao longo da jornada cristã. II Coríntios 3:18 - Mas todos nós, com rosto descoberto, refletindo como um espelho a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor.

CONCLUSÃO: se somos sal da terra, precisamos viver e ter sabor.  Colossenses 4:5 - Andai com sabedoria para com os que estão de fora, remindo o tempo. 6 - A vossa palavra seja sempre agradável, temperada com sal, para que saibais como vos convém responder a cada um. Você já se tornou sal da terra? (apelo)

Culto da ressurreição: 01.04 as 6 horas da manhã. (Traga um quitute para mesa de Páscoa)
 

Baixar Carta