Carta Pastoral

QUANTO A TI, SEGUE-ME

01/11/2018 - Autor: Pr Natanael Lima

QUEBRA GELO: Você já se comparou com alguém? Ou já foi comparado(a)? Como você se sentiu?

PASSAGEM BÍBLICA: João 21:22 22 - Disse-lhe Jesus: Se eu quero que ele fique até que eu venha, que te importa a ti? Quanto a ti. Segue-me.

DESENVOLVIMENTO DO TEMA:

INTRODUÇÃO: Depois de sua ressurreição dentre os mortos, Jesus perguntou a Pedro três vezes se ele o amava. Ele respondeu sim três vezes. Depois Jesus disse a Pedro como ele morreria, aparentemente por crucificação. Pedro se preocupou, de como seria a morte de João. Então ele perguntou a Jesus: "Senhor, e deste, que será?" Jesus rebateu a pergunta e disse: "Que te importa? Quanto a ti, segue-me!". Vamos ler essa conversar entre Jesus e Pedro: (João 21:15-22).

Nossa natureza carnal e maligna, não poucas vezes, quer nos levar a desejar sermos o que os outros são. Às vezes é uma insatisfação com o que somos ou a ilusão de que somos melhores. Existe um universo enorme de livros e revistas com formulas para que possamos nos tornar o que outras pessoas se tornaram.

Como juntar um milhão, Como ser bem sucedido no casamento, Como emagrecer em 30 dias, etc. o que essas publicações têm em comum? Elas não consideram o indivíduo. Mas Jesus nos trata de maneira personalizada, ele tem o mesmo propósito para todos. Mas utiliza diferentes métodos e circunstancias para isso. Logo: 

1º Precisamos atender ao chamado de Deus de forma individual e pessoal – Jesus foi ao encontro de Pedro, não por que queria usa-lo para pregar o evangelho. Mas para cura-lo da culpa de tê-lo negado três vezes. Jesus veio até nós por causa de quem nós somos e não por causa do que temos. (Rm.3:23-24) Somos pecadores Justificados pela graça de Deus. Precisamos agir como tais.

2º É preciso compreender que o amor não nos compara. Ele nos aceita – Quando Jesus perguntou a Pedro se ele o amava, também estava perguntando se ele se sentia amado por Jesus. No texto vamos encontra duas declarações interessantes: a primeira esta nos versos 15,16 e 17 “Pedro tu me amas” a segunda no verso 20 “O discípulo a quem Jesus amava”. Na verdade Jesus amava tanto a Pedro quanto a João. Mas talvez pelo tipo de relacionamento que cada um mantinha com Jesus poderia parecer que ele amava mais a um do que a outro. Mas isso não é verdade. Deus não tem filhos prediletos Ele tem filhos que lhe obedecem e filhos que não lhe obedecem. (Jo.3:16)

CONCLUSÃO: Eu espero que você encontre encorajamento e liberdade hoje quando você ouvir Jesus dizer a todas as suas agonizantes comparações : "Que te importa? Quanto a ti, segue-me!" Aprendendo a caminhar em liberdade e sem comparação com você, Pr. Natanael.
Carta inspirada por uma mensagem de John Piper.

Baixar Carta