Carta do GCEU

Baixar Carta

NÃO SOMOS COMO MOISÉS

20/02/2020 - Autor: Pr Natanael Lima

QUEBRA GELO: Você sabe fazer alguma mágica?

DESENVOLVIMENTO DO TEMA:

INTRODUÇÃO: No verso 13 do capitulo 3 de 2 Corintios. Nós encontramos, a seguinte declaração do Apostolo Paulo: - E não somos como Moisés, que punha um véu sobre a sua face, para que os filhos de Israel não olhassem firmemente para o fim daquilo que era transitório. II Corintios 3:13 – As razões pelas quais o Apostolo faz tão forte afirmação sobre Moisés, um dos maiores homens da bíblia, são explicadas no próprio texto.
Vejamos por que o Apostolo Paulo afirma: Não somos como Moisés!

1º Não somos como Moisés. Não cobrimos o rosto; antes nós o descobrimos – No período do carnaval muitas pessoas, usam máscaras para se tornarem mais desinibidas. Alguns se aproveitam delas para praticarem delitos ou ações imorais. Logicamente, Moisés não colocava o véu (máscara) para nenhuma dessas práticas. Mas o propósito do véu (máscara) era ocultar que o brilho do seu rosto estava desaparecendo (Ex.34:34). Existem muitas pessoas que estão cobrindo o seu rosto com as máscaras da Religiosidade, ou com a máscara do legalismo. E ainda os que usam as máscaras (Está tudo bem) – quando não está nada bem. Também existem aqueles que usam a máscara do sorriso para ocultar a tristeza, etc. Paulo diz: Nós não somos Como Moises. Nós tiramos o véu! Aleluias! II Corintios 3:18 - Mas todos nós, com rosto descoberto, refletindo como um espelho a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor.

2º Não somos como Moisés. Moisés cobria o rosto, mas nós mostramos a cara. – Você já percebeu, como muitas pessoas quando estavam no mundo, faziam publicamente coisas vergonhosas? Algumas dessas quando se convertem ficam cheias de vergonha. Vergonha de falar de Jesus, vergonha de andar com uma bíblia na mão, vergonha de dizer que é Cristão no ambiente de trabalho ou de estudo. Jesus fez uma afirmação aos seus discípulos Atos 1:8 - Mas recebereis o poder do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra. Esse poder é para mostrar a “cara” ser testemunha!

3º. Não somos como Moisés. A experiência de Moisés era transitória. A nossa é Eterna. II Corintios 3:16 - Mas, quando se converterem ao Senhor, então o véu se tirará. Não quero dizer que Moisés não era convertido. O que quero dizer é que diferente de Moisés a presença de Deus hoje habita dentro de nós. Ela não é transitória. Até mesmo quando estamos pecando a presença de Deus permanece em nós para nos convencer do pecado.

CONCLUSÃO: Não somos como Moisés. Hoje nossa vida foi transformada em um espelho para manifestar a Gloria de Deus. II Corintios 3:18 - Mas todos nós, com rosto descoberto, refletindo como um espelho a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor.

Baixar Carta