Carta Pastoral - Pré-Adolescentes

TRANSFORMANDO ADVERSIDADE EM BENÇÃO 4 - NA COVA COM OS LEÕES

11/07/2017 - Autor: Eunilda Santos

QUEBRA GELO: Brincar de obedecer ao chefe. Quando você disser pulando, eles devem pular no lugar. Quando disser correndo, eles devem correr. Quando você disser abaixando, eles devem abaixar. Quando você disser pule com um pé só, eles devem pular com um pé só. Etc. Ganha a brincadeira quem obedecer ao chefe prontamente até o final, sem errar. Não se esqueça que você precisa ter um brinde para premiar o vencedor. Coloque-os em círculo e pergunte:

O que era necessário para vencer? (Obedecer)

É fácil obedecer?

É difícil obedecer prontamente?

Na história bíblica de hoje nos fala de um homem que precisava escolher entre obedecer a Deus ou ao rei. Vamos ver a quem ele obedeceu?

PASSAGEM BÍBLICA: O meu Deus mandou o seu anjo, e este fechou a boca dos leões para que não me ferisse. Daniel 6:22.

Referências bíblicas: Daniel Cap. 6

DESENVOLVIMENTO DO TEMA: OBJETIVO: Reconhecer que Deus nos livra de todo o perigo, e envia os seus anjos para nos proteger.

O rei Dario dividiu o país em cento e vinte cidades e colocou para cada uma um governador. Ele também escolheu três ministros para controlarem os governadores. Um desses ministros era Daniel, e ele se mostrou logo que era mais competente do que os outros ministros e governadores. Ele tinha tanta capacidade que o rei pensou em colocá-lo para ser a mais alta autoridade do reino. Daniel era assim porque servia e obedecia a Deus. Mesmo tendo muito trabalho ele orava três vezes por dia. Daniel era honesto e correto, e ninguém podia acusa-lo de ter feito qualquer coisa errada. Ele gostava de orar perto da janela. Sendo assim, quem passava perto da sua casa, via que ele estava orando. Os inimigos políticos de Daniel resolveram fazer uma coisa muito feia. Foram até o rei Dario e pediram que ele decretasse que durante trinta dias ninguém poderia orar para outro deus ou pessoa que não fosse ele. O castigo para quem desobedecesse a esse decreto seria ser jogado na cova dos leões famintos. O rei não sabia que era um plano contra Daniel e concordou em assinar o decreto. Na verdade, ele ficou feliz, pois achava que isso seria bom para ele. Mesmo sabendo do decreto, Daniel continuou a orar três vezes ao dia nos horários de sempre e no mesmo lugar. As pessoas que passavam por ali continuavam a vê-lo orando. Era tudo que seus inimigos queriam. Denunciaram para o rei. Só ai é que ele descobriu que havia decretado uma armadilha contra o seu melhor ministro, mas agora era tarde, ele não poderia anular o decreto. Com dor no coração, teve que mandar os soldados jogar Daniel na cova dos leões famintos. Naquela noite o rei não conseguiu dormir. Quando amanheceu, o rei correu até a cova para ver o que havia acontecido com Daniel. Chegou bem perto e falou: Daniel! Daniel! Será que o Deus a quem você adora conseguiu livrar você dos leões? O rei levou um susto quando Daniel respondeu: - oh rei, vive para sempre! O meu Deus enviou o seu anjo e fechou a boca dos leões. O rei ficou tão alegre por saber que Daniel estava vivo, mandou que os soldados tirassem ele da cova rapidamente. O rei Dario escreveu uma carta para todas as nações dizendo assim: Eu ordeno que todas as pessoas do meu reino respeitem e horem o Deus que Daniel adora. Pois ele é o Deus vivo, que vive para sempre.

CONCLUSÃO
Vejam que mesmo ameaçado, Daniel não teve medo de adorar e obedecer a Deus. Assim como Deus protegeu a Daniel dos leões lá na Babilônia, Ele quer e tem poder para proteger você de todos os perigos. Você acredita que Deus pode nos livrar assim como livrou Daniel? 
Vamos orar pedindo ao Senhor que nos proteja sempre?
Líder, ore por eles.

Baixar Carta