Informativos

21 DIAS DE JEJUM E CONSAGRAÇÃO

Apresentação
 
Chegou o momento de unir-nos para um tempo de jejum e oração na presença de Deus. Temos tanta convicção da necessidade e da urgência deste período. Como precisamos de Deus! Como precisamos nos consagrar mais radicalmente a ele e a seus propósitos.

Por isso, convocamos toda a liderança da igreja, pastores, diretores, conselheiros, líderes de Gceu (profeticamente declarando) e de ministérios, diáconos, professores e todos os membros da IMW SURUÍ para um período de 21 dias de clamor e consagração a Deus em oração e jejum.

Cremos que estes dias de oração e jejum serão tremendos diante do Pai e veremos um mover do Espírito Santo em nosso meio. À medida que você avançar no jejum ao longo desse período começará a sentir mais fortemente a presença de Deus. Cremos que o jejum é uma arma muito poderosa dada pelo Senhor à sua igreja e se o buscarmos de todo coração, temos a certeza de que ele nos inundará do seu poder. Isso resultará em bênçãos para nós, para nossa família e na salvação de muitas e muitas vidas. Cremos que o Espírito Santo o encherá de uma grande alegria e um refrigério espiritual como poucas vezes você provou antes. Sua fé será fortalecida e você receberá uma sensibilidade espiritual que liberará uma nova unção sobre sua vida.

Para que isso aconteça, vamos BUSCAR A DEUS com oração e jejum, em unidade com toda a igreja e com sério comprometimento pessoal.

Joel 2:12. Ainda assim, agora mesmo diz o SENHOR: Convertei-vos a mim de todo o vosso coração; e isso com jejuns, e com choro, e com pranto

SOBRE O JEJUM

Na Palavra de Deus, o jejum está ligado à abstenção de alimentos para finalidades espirituais; não é greve de fome com finalidade de barganhar com Deus e “merecer” sua bênção; não é dieta para propósitos físicos, mas é para concentrar-nos em objetivos espirituais.

Muitas pessoas não gostam do jejum porque o associam a práticas ascéticas extremistas da idade média, ao farisaísmo, a algum tipo de penitência, ou simplesmente porque têm medo de sofrer problemas físicos como dores de cabeça, fraqueza ou tonturas.

Mas o fato é que a oração e o jejum são extremamente benéficos para a vida do crente; Jesus os praticou e fortemente os recomendou aos seus discípulos. Quando tratou do jejum, Jesus se preocupou com a questão da verdadeira motivação, Mateus 6.16-18. Não podemos pensar que o jejum tenha poder de mudar a Deus ou forçá-lo a fazer algo que ele já tenha dito que faria.

Precisamos entender que o jejum está centrado em Deus: é para buscá-lo, para adorá-lo e para dedicar-nos totalmente a ele e experimentarmos a sua vontade para nós. A profetiza Ana adorava com jejuns, Lc 2.37; os profetas e mestres da igreja de Antioquia jejuavam, At 13.2; Deus pergunta para quem jejuamos, Zc 7.5. O jejum é instrumento para a disciplina do corpo, 1 Co 9.27; é uma forma poderosa de nos humilhar diante de Deus, Sl 35.13, Is 58.9, 14, e Jesus ainda declarou que esperava que seus discípulos jejuassem, Mt 9.15.
 
ORIENTAÇÕES SOBRE O JEJUM

Defina um tipo de jejum: Há muitos tipos de jejuns. Defina um que seja mais apropriado para você:

a) Jejum com uma refeição por dia, apenas o jantar ou o almoço;

b) Jejum de Daniel, com abstenção de todo tipo de carne, doces, refrigerantes, açúcar, adoçante ou qualquer tipo de manjar;

c) Jejum de dieta líquida, consumindo apenas sopas, sucos e água;

d) Jejum completo de 24 horas apenas com água, por um período máximo de três dias e depois voltando para um dos tipos de jejum acima.

• O JEJUM QUE RECOMENDAMOS:

Para este período de 21 dias de oração e jejum recomendamos que todos façam o jejum de Daniel, observando as seguintes orientações:

a) Considerar o exemplo do profeta Daniel, Dn 10.2-3, que escreveu: Naquela ocasião, eu, Daniel, passei três semanas chorando. Não comi nada saboroso; carne e vinho nem provei; e não usei nenhuma essência aromática, até se passarem as três semanas.

b) Nesta campanha (recomendamos) nos abster de todo tipo de carne (boi, aves, peixes), doces, açúcar, refrigerantes, café e qualquer tipo de comida especial que consideremos um manjar, uma delícia de que gostemos muito.

c) (Recomendamos) cortar restaurantes, lanchonetes, sanduíches e salgadinhos na rua. Tomaremos refeições simples, com saladas, legumes, cereais, arroz, feijão, batata, ou seja, alimentar-nos sem a busca do prazer e do requinte, para um tempo de deleite somente na presença de Deus.
d) Vamos tomar bastante água, pelo menos dois litros por dia.

e) (Recomendamos) cortar a TV durante os 21 dias de jejum ou em algum período dele, bem como teatros e shows.

ORIENTAÇÕES PARA A ORAÇÃO:

• Estabeleça seus objetivos: Por que você está orando e jejuando? Há uma crise pessoal? Você está buscando renovação, direção de Deus ou solução de algum problema? Ótimo! Estabeleça seus alvos com clareza e escreva-os.

• Dedique diariamente pelo menos uma hora completa para a oração.

• Prepare-se espiritualmente para esta campanha.

→ Peça ajuda ao Espírito Santo. Comece o jejum com arrependimento, confessando cada pecado que o Espírito lhe mostrar e creia no perdão do Senhor.

→ Perdoe a qualquer um que o tenha ofendido. Não ore e jejue com o coração amargurado.

→ Se seu pecado exige restituição ou conserto com alguém, faça-o logo no começo do seu jejum.

→ Busque o enchimento do Espírito Santo. Use músicas de adoração, prostre-se diante de Deus de joelhos, se você fala em línguas, gaste tempo orando em línguas.

→ Reconheça Jesus como Senhor e recuse-se a fazer sua própria vontade.

→ Gaste tempo louvando a Deus e agradecendo pelo que ele fará. Coloque expectativas no seu coração pelo mover de Deus. Creia nos milagres e tenha uma atitude de louvor e gratidão. Creia que Deus é o mesmo e não muda, e que como ele agiu com Daniel, assim fará com você: Não tenha medo, Daniel. Desde o primeiro dia em que você decidiu buscar entendimento e humilhou-se diante do seu Deus, suas palavras foram ouvidas, e eu vim em resposta a elas, Daniel 10.12.
 
→ Ao mesmo tempo, faça guerra espiritual. Resista a todos os demônios que têm se levantado contra você e seu ministério. Espere por muita resistência espiritual no início do jejum. São comuns pressões na mente, acusações e desânimo com o fim de nos fazer desistir.

→ Ore forte por alguns alvos que estabelecemos para toda a igreja:

a) Pela liderança e seus familiares - pastores, Presbíteros, diretores, conselheiros, líderes de Gceu, diáconos e professores.

b) Pelos Gceus da igreja – pelas reuniões do Gceu, por unidade, renovação espiritual, pela transformação da vida dos novos convertidos, pelos líderes em treinamento, pelo crescimento dos Gceus, pelos eventos de colheita, Encontros com Deus, pela multiplicação, que é a grande meta e evidência de uma Igreja forte por meio dos Gceus.

c) Pela estação do crescimento – que cumpramos a vontade de nosso Senhor que deseja que testemunhemos e geremos muitos filhos para o Pai. Peça a Deus que lhe dê o privilégio de alcançar e ultrapassar seu alvo este ano: +1 para Jesus.

d) Pela IMW SURUÍ – por avivamento espiritual, por operação de maravilha entre nós, pelas famílias, pelos jovens, pelas crianças e para que sejam frustrados todos os esforços do inimigo para tentar impedir esta obra que é de Deus.

LEITURA DO GUIA DEVOCIONAL

Durante os 21 dias, todos leremos o Guia Devocional “21 dias de transformação”. Ele contém 21 pequenas mensagens, uma para cada dia, desenvolvidas a partir do texto de Isaías 58.1-12. Naquela ocasião, Deus estava muito incomodado com o comportamento do seu povo e enviou uma palavra de exortação pelo profeta Isaías. O povo tinha interesse nas coisas de Deus e estava desejoso de conhecer os caminhos do Senhor. Buscava pela justiça de Deus e ainda jejuava e se humilhava; entretanto, nada acontecia. Não havia resposta. Quais eram os problemas daquele povo? Quais eram as suas motivações? Por que Deus mandou anunciar o seu pecado? Quais eram as promessas de Deus para aquele povo?

• A leitura do Guia Devocional é parte de nossa campanha de jejum e oração.

• Memorize o texto de Isaías 58.1-12.

• Reserve parte do tempo do seu devocional diário para ler a mensagem e meditar sobre ela. Use o texto de guia nestes 21 dias de jejum e oração.

• Peça ao Senhor para trabalhar intensamente em você e para que suas tremendas promessas se tornem realidade em sua vida. O alvo é que você e seu Gceu sejam impactados pelo Pai.

• Não leia o Guia Devocional todo de uma vez. Leia apenas uma mensagem por dia. Cada mensagem corresponde a um dia de jejum e oração e terá um tema edificante e desafiador.

Estamos prontos para começar. Vamos ser muito abençoados e toda a igreja sentirá o reflexo de discípulos mais fortes e cheios do Espírito Santo. Lembre-se de que os 21 dias de jejum e oração serão um desafio para todos, você e seu Gceu.

Que Deus se agrade de nós e nos abençoe ricamente. Tudo somente por ele e para ele!

Pastor e Presbitério 

Isaías 58:1-12
Almeida Corrigida e Revisada Fiel

1 Clama a plenos pulmões, não te detenhas, ergue a voz como a trombeta e anuncia ao meu povo a sua transgressão e à casa de Jacó, os seus pecados.

2 Mesmo neste estado, ainda me procuram dia a dia, têm prazer em saber os meus caminhos; como povo que pratica a justiça e não deixa o direito do seu Deus, perguntam-me pelos direitos da justiça, têm prazer em se chegar a Deus,

3 dizendo: Por que jejuamos nós, e tu não atentas para isso? Por que afligimos a nossa alma, e tu não o levas em conta? Eis que, no dia em que jejuais, cuidais dos vossos próprios interesses e exigis que se faça todo o vosso trabalho.

4 Eis que jejuais para contendas e rixas e para ferirdes com punho iníquo; jejuando assim como hoje, não se fará ouvir a vossa voz no alto.

5 Seria este o jejum que escolhi, que o homem um dia aflija a sua alma, incline a sua cabeça como o junco e estenda debaixo de si pano de saco e cinza? Chamarias tu a isto jejum e dia aceitável ao SENHOR?

6 Porventura, não é este o jejum que escolhi: que soltes as ligaduras da impiedade, desfaças as ataduras da servidão, deixes livres os oprimidos e despedaces todo jugo?

7 Porventura, não é também que repartas o teu pão com o faminto, e recolhas em casa os pobres desabrigados, e, se vires o nu, o cubras, e não te escondas do teu semelhante?

8 Então, romperá a tua luz como a alva, a tua cura brotará sem detença, a tua justiça irá adiante de ti, e a glória do SE-NHOR será a tua retaguarda;

9 então, clamarás, e o SENHOR te responderá; gritarás por socorro, e ele dirá: Eis-me aqui. Se tirares do meio de ti o jugo, o dedo que ameaça, o falar injurioso;
10 se abrires a tua alma ao faminto e fartares a alma aflita, então, a tua luz nascerá nas trevas, e a tua escuridão será como o meio-dia.

11 O SENHOR te guiará continuamente, fartará a tua alma até em lugares áridos e fortificará os teus ossos; serás como um jardim regado e como um manancial cujas águas jamais faltam.

12 Os teus filhos edificarão as antigas ruínas; levantarás os fundamentos de muitas gerações e serás chamado reparador de brechas e restaurador de veredas para que o país se torne habitável.