Informativos

17º DIA - RECEBENDO A UNÇÃO DE DEUS

Como um manancial cujas águas jamais faltam...

O diabo trabalha incansavelmente para impedir a salvação do homem, o seu encontro com Jesus. Quando falha e o homem se converte, faz o que pode para que este não descubra a fonte de poder divino, o batismo no Espírito Santo.

A maior necessidade do pecador é Cristo. Jesus é o dom, o presente de Deus para o mundo, Jo 3.16. Entretanto, a maior necessidade do crente, agora um pecador perdoado e remido, é o poder do alto, a plenitude do Espírito, que se recebe no batismo do Espírito Santo. Se Jesus é o presente de Deus Pai para o mundo, o Espírito é o dom, o presente de Jesus para os crentes, para a Igreja que ele estabeleceu aqui.

Jesus morreu na cruz para tornar possível a nossa libertação do pecado, e o Espírito Santo vem habitar e operar em nós para tornar realidade essa libertação. O Espírito executa em nós aquilo que Jesus executou por nós. Se o Espírito deixasse de executar esta obra em nós, que valor prático teria a obra que Jesus consumou por nós?

Cristo morreu para a salvação de toda a humanidade, mas só os que se apropriam das bênçãos do calvário pela fé é que são salvos. As bênçãos do Pentecostes, igualmente, precisam ser recebidas pela fé e submissão incondicional a Jesus Cristo, Atos 5.32.

Jesus, no último dia da festa de Pentecostes, fez a seguinte declaração: se alguém tem sede, venha a mim e beba; quem crer em mim, como diz a Escritura, do seu interior fluirão rios de água viva, Jo 7.37-38. Ele disse isso com respeito ao Espírito que haviam de receber. Jesus também disse à mulher samaritana que a água que ele dá, será nele uma fonte a jorrar para a vida eterna.

Ore agora; busque a Deus. Jesus quer fazer de você como um manancial cujas águas jamais acabam. Receba a visitação do Espírito de Deus; receba uma nova unção na sua vida, no nome de Jesus, amém.