Carta Pastoral

PONDO CASA EM ORDEM

24/05/2018 - Autor: Pr. Natanael Lima

QUEBRA GELO: Material necessário: Copos descartáveis e água.
Desenvolvimento: Dê a cada participante um copo. Diga a eles que aquele copo representa a vida de cada um (poço). Explique que você irá mencionar algumas áreas que talvez precisem de conserto em nossas vidas. Peça que a cada área comentada, caso eles identifiquem que precisem reparar, eles cortem uma tira do copo.
Sugestões: Vida de comunhão com Deus, comunhão e ajustes familiares, vida profissional e financeira, serviço no Reino de Deus, relacionamentos diversos, planejamento para o futuro, etc. No final, os copos estarão em tiras, então você oferecerá água para eles, tentando servir nesses copos cortados. Eles provavelmente não deixarão servir. Finalize compartilhando que Jesus é a fonte de água viva e quer jorrar sobre todos nós, para isso precisamos cuidar e reparar os nossos poços/vidas para receber essa água abundante e jorrar sobre as pessoas ao nosso redor. (Isaías 58.11).

PASSAGEM BÍBLICA: II Coríntios 5:17-19

LOUVOR: O Espirito de Deus está aqui

DESENVOLVIMENTO DO TEMA:

INTRODUÇÃO: Deus deseja sarar as famílias! Penso que esta é uma das mais belas expressões da reconciliação. Em sua carta aos coríntios, o apóstolo Paulo falou sobre reconciliação com Deus e com a nossa família. Deus deseja converter corações que estão endurecidos e distanciados pela mágoa e ressentimento. O Senhor deseja sarar relacionamentos familiares. A Bíblia nos mostra isto em vários exemplos bíblicos de reconciliação familiar.

1º Em Jesus há reconciliação dos Pais aos filhos e dos filhos aos Pais
“Ele converterá o coração dos pais aos filhos, e o coração dos filhos a seus pais; para que eu não venha e fira a terra com maldição”. (Malaquias 4.6)
A parábola do filho pródigo, contada por Jesus em Lucas 15.20-24 é um exemplo disto. Aquele filho traiu e abandonou seu pai e família. Depois de ter perdido tudo, volta arrependido, esperando ser recebido como um empregado, imaginando ser impossível voltar a ter o mesmo relacionamento de outrora
Contudo, aquele pai amoroso, à semelhança do que Deus faz conosco, recebe aquele filho de braços abertos, com todas as honrarias possíveis. Este é um quadro daquilo que Deus deseja fazer em nossa família. “Converte os corações dos filhos aos Pais e dos Pais aos filhos”. Será que você não precisa ter o seu coração convertido para o seu Pai ou para sua mãe? 

2º Em Jesus há reconciliação entre Irmãos
Mateus 5:23 - Portanto, se trouxeres a tua oferta ao altar, e aí te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti, 24 - Deixa ali diante do altar a tua oferta, e vai reconciliar-te primeiro com teu irmão e, depois, vem e apresenta a tua oferta.
Encontramos no Velho Testamento uma história de contenda entre dois irmãos:
“Passou Esaú a odiar a Jacó por causa da bênção, com que seu pai o tinha abençoado; e disse consigo: Vêm próximos os dias de luto por meu pai; então, matarei a Jacó, meu irmão.” (Gênesis 27.41)
Devido ao ódio de seu irmão Esaú, Jacó é obrigado a fugir de casa para preservar sua vida (Gn 27.42-45). Jacó acabou passando cerca de vinte anos distante, mas ao regressar, ainda temia seu irmão. E orou ao Senhor, pedindo que intervisse naquela situação. E o resultado foi semelhante ao que o Senhor deseja produzir nos familiares ressentidos de nossos dias: “Então, Esaú correu-lhe ao encontro e o abraçou; arrojou-se lhe ao pescoço e o beijou; e choraram.” (Gênesis 33.4). Somente Deus pode mudar corações amargurados e promover o perdão.

3º Em Jesus há reconciliação entre Esposo e Esposa
I Coríntios 7:10 - Todavia, aos casados mando, não eu mas o Senhor, que a mulher não se aparte do marido. 11 - Se, porém, se apartar, que fique sem casar, ou que se reconcilie com o marido; e que o marido não deixe a mulher.
A palavra apartar-se, está relacionada a uma ação de abandono por parte de um casal Cristão. O ensino bíblico é que dois cristãos verdadeiros, não consideram o divórcio uma solução, para sua crise conjugal. Mas sim a reconciliação.
I Coríntios 7:15 - Mas, se o descrente se apartar, aparte-se; porque neste caso o irmão, ou irmã, não está sujeito à servidão; mas Deus chamou-nos para a paz. Todavia, o contexto do texto diz que se o descrente, quiser se apartar, o crente esta livre. Deus pode restaurar um casamento se houver o desejo do casal de reconstruir a relação sob os princípios bíblicos.  

CONCLUSÃO: Seja nas relações entre pais e filho, entre irmãos ou esposos e esposas. Sempre será possível a reconciliação por meio de Cristo Jesus. (oremos pelos feridos de alma)

Baixar Carta